segunda-feira, 16 de maio de 2011


"Que todo mundo tenha um amor quentinho.
Descanso pro complicado do mundo.
Surpresa pra rotina dos dias.
A quem esperar.
De quem sentir saudades.
Um nome entre todos.
O verso mais bonito.
A música que não se esquece.
O par pra toda dança.
Por quem acordar.
Com quem sonhar antes de dormir.
Uma mão pra segurar, um ombro pra deitar, um abraço pra morar.
Um tema pra toda história.
Uma certeza pra toda dúvida.
Janela acesa em noite escura.
Cais onde aportar.
Bonança, depois da tempestade.
Uma vida costurar na sua, com o fio comprido do tempo."

A.D


6 comentários:

Anônimo disse...

http://www.Rapira-mir.ru/

Dayane Hellen disse...

seria ótimo se todos pudessemos ter tudo isso! Tão essencial e tão raro.

Fernanda Natália disse...

Muito lindo o poema. Você quem escreveu?
Abraço.

Anônimo disse...

Thanks, I have recently been looking for info about this subject matter for ages and yours is the best I have located so far.

Um brasileiro disse...

oi. tudo blz? estive por aqui. muit legal. gostei. apareça por la. abraços.

Prí Martins disse...

esse texto é magnifico!!!!!!!!